Curitiba já dá as boas-vindas à primavera

Já reparou que a cidade está florida? Que os pássaros não param de cantar? E que o Sol está nascendo mais cedo? É a primavera que dá o ar da graça e deixa a cidade ainda mais agradável, com dias mais longos e quentes.

Por Gilmar Montargil e Nicole Leite

A primavera começa oficialmente no dia 22 de setembro, mas as flores já enfeitam a cidade. A estação termina no dia 21 de dezembro. É o período de transição entre o inverno, que tem dias mais curtos, e o verão, quando são mais horas de sol. A transição, ou a volta do equilíbrio entre dia e noite, acontece durante a estação das flores. É quando as ruas, as casas e os parques ficam repletos de colorido – atraindo pessoas para os pontos turísticos como o Relógio das Flores e o Jardim Botânico.

Mas o cenário florido não fica restrito apenas aos lugares mais conhecidos da cidade, está praticamente por todas as ruas. No Alto da XV, por exemplo, os ipês amarelos estão no auge do florescer. Phablo Gavilak trabalha na rua Camões já reparou. “Realmente o bairro está muito bonito, ver esse tapete amarelo de ipês não tem preço”. Outros bairros como Cristo Rei, Hugo Lange, Capão da Imbuia e Bairro Alto estão começando a sentir a chegada da estação das flores. “A primavera é uma época alegre e deixa a cidade ainda mais colorida”, afirma Gavilak.

“Nesta estação o ambiente fica propício às flores”, explica Elvira Sampaio, doutora em botânica pela UFPR. A pesquisadora explica que as plantas são sensíveis às mudanças características desta época, como o aumento das horas de luminosidade, que ajudam no florescimento. O ipê amarelo – segundo a professora – é a flor típica do estado e seria possível identificar a chegada da primavera logo quando as flores amarelas desabrocham.

A mudança nas ruas já está ajudando os comerciantes. As vendas nas floriculturas começam a aumentar, à medida que o inverno vai embora. “As flores para decoração têm uma procura maior e a rosa é a mais vendida”, afirma Cláudia Machado, funcionária da floricultura Flora Castelo.

 

Fechado para comentários.