Atlético pode chegar à final inédita
Atlético pode chegar à final inédita na Copa do Brasil

O Paraná pode ter um representante na final pela terceira vez consecutiva

Gilberto Stori Junior

Atlético terá que suportar 90 minutos de pressão  para chegar a final inédita (Foto: Gustavo Oliveira/ Site do Clube Atlético Paranaense)

O furacão terá que suportar 90 minutos de pressão para chegar à final inédita (Foto: Gustavo Oliveira/ Site Oficial do Clube Atlético Paranaense)

O Atlético enfrenta hoje às 21h50, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Grêmio pela segunda partida da semifinal da Copa do Brasil 2013. O rubro-negro tem a vantagem do 1 a 0 consolidado no jogo de ida, na última quarta-feira (30), na Vila Capanema.

Será o quarto confronto no ano entre as duas equipes. Já ocorreram dois jogos pelo Campeonato Brasileiro, uma vitória do clube gaúcho e um empate, e o jogo de ida da Copa do Brasil, no qual o furacão saiu vencedor. Agora será o confronto mais importante entre os dois clubes no ano, que decidirá quem continua na briga pelo título e quem será eliminado da competição.

Caso o Atlético confirme a vaga para a final, será o terceiro ano consecutivo que um clube paranaense chegará a decisão. Em 2011 o Coritiba chegou contra o Vasco e perdeu, em 2012 o alviverde paranaense jogou contra o Palmeiras e perdeu o título pela segunda vez.

Dúvida no ataque

O treinador Vagner Mancini terá que escolher entre Marcelo e Dellatorre para o ataque rubro-negro (Foto: Gustavo Oliveira/ Site Oficial do Clube Atlético Paranaense)

O treinador Vagner Mancini terá que escolher entre Marcelo e Dellatorre para o ataque rubro-negro (Foto: Gustavo Oliveira/ Site Oficial do Clube Atlético Paranaense)

O técnico Vagner Mancini tem uma dúvida para escalar o ataque do furacão, o atacante Marcelo que está em fase final de recuperação poderá ser aproveitado pelo treinador e deve voltar a titularidade no lugar do atacante Dellatorre. Nas partidas em que Marcelo esteve fora, Dellatorre foi quem assumiu a posição e  marcou dois gols nos últimos dois jogos. A provável escalação do clube paranaense deverá ser formada por Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, João Paulo, Paulo Baier e Everton; Dellatorre (Marcelo) e Éderson.

Já o Grêmio conta com o retorno do trio de atacantes (Vargas, Barcos e Kléber) que estiveram suspensos no jogo de ida. O tricolor gaúcho deverá começar a partida com Dida; Pará, Bressan, Rhodolfo e Alex Telles; Souza, Ramiro e Riveros; Vargas, Barcos e Kléber.

O furacão precisa apenas de um empate para chegar a sua primeira final de Copa do Brasil ou pode até perder por um gol de diferença, caso balance as redes do goleiro Dida. Já os gaúchos precisam de uma vitória com o placar mínimo para levar a partida para os pênaltis ou de uma vitória com mais de dois gols para se classificar no tempo normal. O clube que se classificar enfrentará na final o vencedor do confronto entre Flamengo e Goiás (na primeira partida os cariocas venceram por 2 a 1 o time goiano).

Equipe: Bruna Martins, Caroline Paulart e Gilberto Stori Junior

Fechado para comentários.