Calçada do Batel ainda gera discórdia entre skatistas e comerciantes

O foco das críticas deixou de ser o alto custo da revitalização das calçadas e é, agora, os skatistas.

Beatriz Lima

1148228_497405197015531_1050312678_n

A calçada situada na Rua Bispo Dom José tem atraído jovens de várias partes da cidade para a prática do skate. O local é plano e possui 38 bancos de madeira maciça, o que cria o cenário ideal para dezenas de skatistas.

Meses após a finalização das obras, a polêmica está longe de acabar. Apesar de não existir nenhuma lei que proíba a prática do skate em via pública, os comerciantes da região reclamam com frequência.

Skatistas x comerciantes

Segundo a proprietária de um comércio Hussana Esper, os jovens pulam em cima dos bancos e fazem muito barulho. “Os bancos foram feitos para o pessoal sentar e não para ficar andando de skate em cima”, diz Hussana. Além disso, a comerciante conta que a prefeitura já fez a repintura dos bancos várias vezes.

Há quatro meses, um vídeo foi postado na internet mostrando um guarda municipal de Curitiba abordando um skatista. O vídeo já tem mais de 47 mil visualizações e continua gerando muita indignação dos esportistas na rede.

O editor de vídeo e skatista Gabriel Tolotti reclama da falta de respeito que a maioria das pessoas tem com os jovens que praticam skate. “Outro dia estávamos andando de skate e um segurança de um local próximo chutou e jogou meu skate no meio da rua”, afirma Tolotti.

O comerciante Alex Sandro Wegner diz que é a favor do esporte, porém, há lugares próprios para a prática. “Eu não vou fazer ‘racha’ na rua porque tem o autódromo para fazer isso, com o skate é a mesma coisa.”, completa Wegner.

Alexandre Maia, skatista, diz que os comerciantes têm que entender os dois lados. “Tem muito skatista que usa a calçada como forma de trabalho.”, finaliza Maia.

Melhorias regionalizadas

Os adolescentes que utilizam a avenida para lazer afirmam que se o governo investisse mais em pistas e praças de skate, não haveria tantos skatistas no Batel e, por consequência, não haveria tanta polêmica sobre o assunto.

A Prefeitura de Curitiba anunciou no fim do mês de maio (21) que a cidade terá cinco novas pistas de skate e melhorias nas já existentes. Os bairros que serão beneficiados são: Campo de Santana (entre as ruas Helena Tortato e Emanoel Ernesto Bertoldi), Pinheirinho (Praça Zumbi dos Palmares), C.I.C. (Praça da União) e Água Verde (Praça Afonso Botelho).

 

 

Fechado para comentários.