Veja dicas de como evitar câncer de pele

O câncer mais comum no Brasil pode ser evitado de formas simples no cotidiano

Por João Francisco Cepeda, Mariana Prince e Rute Cavalcanti Miranda

O câncer de pele não melanoma é o câncer mais frequente no Brasil, com mais de 175 mil casos registrados em 2016. O número corresponde a 30% de todos os casos de tumores malignos registrados no país, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Além de apresentar altos índices de cura se for detectado precocemente, entre os tumores de pele, o tipo não-melanoma é o que tem os índices de mortalidade mais baixo.

A doença acontece quando a célula da pele sofre uma transformação e acaba se multiplicando de maneira anormal, dando origem a uma neoplasia. A principal causa é a exposição prolongada aos raios ultravioletas (UV), explica o médico Rômulo Henrique.

Os principais sintomas são assimetria, bordas irregulares e diferença de cor de lesões ou manchas já existentes. “É importante também prestar atenção na evolução da lesão, quando muda o tamanho, a forma ou a aparência. Em alguns casos, ocorre até sangramento” completa o médico.

 

 

Fechado para comentários.