Alviverde paranaense não depende mais dos próprios resultados para permanecer na série A. Foto: site oficial do Coritiba.
Coritiba vê chances de queda de divisão aumentaram após entrar na zona de rebaixamento

Verdão faz contas na reta final para permanecer na série A

Michel de Alcantara

Alviverde paranaense depende dos resultados de três outros times para não cair. Arte: Michel de Alcantara

Alviverde paranaense depende dos resultados de três outros times para não cair. Arte: Michel de Alcantara

Após a derrota para o Criciúma por 2 a 1 no Couto Pereira, o Coritiba acabou entrando na zona de rebaixamento, na 17ª posição, a primeira vez em 36 rodadas. A sequência de resultados ruins, quatro jogos sem vitória, fizeram com que o técnico Péricles Chamusca fosse demitido. O treinador baiano ficou 48 dias no comando do time alviverde, com 11 jogos, três vitórias, um empate e sete derrotas. Tcheco assume o cargo.

As contas para se livrar da queda para a série B não são fáceis. Com 41 pontos e na 17ª posição, o time tem 50% de chances de queda e já não depende mais das próprias forças para não cair. Além de ganhar, terá que torcer contra Bahia, Fluminense e Criciúma, todos com 42 pontos.

Alviverde paranaense não depende mais dos próprios resultados para permanecer na série A. Foto: site oficial do Coritiba.

Alviverde paranaense não depende mais dos próprios resultados para permanecer na série A. Foto: site oficial do Coritiba.

Os confrontos são contra Internacional, em Caxias do Sul, Botafogo, no Couto Pereira, e São Paulo, no Morumbi. Os jogos contra Inter e Botafogo preocupam a torcida, já que o retrospecto fora do Alto da Glória é ruim. Em 17 jogos, o Coritiba soma nove pontos, com apenas uma vitória, superando apenas o lanterna Náutico.

Com esse cenário, Tcheco terá a semana inteira para treinar e conseguir montar o time para enfrentar o Internacional, no próximo domingo, às 19h30, no estádio Centenário.

Fechado para comentários.