Crise leva noivos a improvisar para reduzir gastos

Produção própria é nova alternativa para casais que desejam economizar

Por Caroline Deina, Sophia Cabral e Thais Camargo

Com o aumento da inflação nos últimos anos, casais de noivos estão optando pelo chamado DIY (Do It Yourself), uma espécie de “faça você mesmo”. Com vastas opções no mercado de casamento, para reduzir custos da festa, muitas delas vêm apostando em fazer lembrancinhas e decoração, entre outros.

A secretária e fotógrafa Mel Teixeira casou-se em abril do ano passado e revela que criou desde convites até o menu do jantar. “Eu sempre gostei de fazer trabalhos manuais. Então, quando resolvemos casar, caí na pesquisa, fui atrás de ideias que eu mesma pudesse fazer, e, claro, que tudo fosse o mais barato possível”.

Mel afirma que a economia também serviu para remeter a personalidade do casal em cada detalhe do casamento. “Foi um desafio e, ao mesmo tempo, uma emoção, por saber que muitas coisas nós que tínhamos feito”.

Na crise atual, a fotógrafa acredita que é necessário focar no orçamento, realizar muitas pesquisas e “manter os pés no chão”, pois a opção de produzir as coisas para o próprio casamentou rendeu uma economia de 30% ao casal.

A maquiadora Vanessa Siqueira, conta que também optou por fazer os detalhes de seu casamento, em novembro de 2013. O planejamento de toda festa havia sido organizado por ela e por sua mãe, que acabou falecendo antes da cerimônia. Ainda assim, Vanessa decidiu continuar com os planos. “Foi maravilhoso, pois acredito que todos os convidados sentiram o amor que dediquei àquele dia e a preocupação que tive com cada detalhe. Achei que deveria fazer por mim e por ela”.

A maquiadora revela que uma das principais dificuldades no corte de gastos foi reduzir o número de convidados, além de lidar com os atrasos na compra de matéria-prima para a confecção. Ao somar o valor com a decoração das mesas, edição da parte gráfica e organização de outros detalhes feitos pelo casal, ela acredita ter economizado ao menos 25%.

Avaliação realizada com algumas assessorias e agências de casamento de Curitiba  revela que a assistência do cerimonial pode variar de R$ 800 a R$ 5,6 mil, incluindo como serviços reunião com noivos, elaboração de cronograma, coordenação na recepção, auxílio aos noivos e convidados, entre outros.

Blogs auxiliam noivas

No meio virtual, existem diversos blogs disponíveis para ajudar noivos na organização do grande dia. Um deles é o Casando Sem Grana, que surgiu quando a dona, Sammia Viela, ficou noiva, em 2008. “Quando fui pedida em casamento, percebi que os preços do setor estavam completamente fora da minha realidade. Comecei com o formato blog, onde partilhava minhas descobertas econômicas”.

Para a blogueira, a dica principal para as noivas que querem economizar é focar no orçamento e cuidar com os deslumbres supérfluos. “Não convide ninguém por educação ou imposição de alguém. Faça um casamento para você e para a pessoa que você ama, e não uma mera festa para os outros. Entenda que economizar não significa pobreza, e sim consciência de saúde financeira, e muita paz e paciência. Se casar se torna mais importante que tudo em sua vida: pare e repense suas prioridades”.

Fechado para comentários.