Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Doenças cardíacas se tornam comuns entre jovens

A cada dois minutos uma pessoa morre em razão disso

Por Bruna Bonzato, Gabriella Bacinelo e Maria Seabra

O auxiliar administrativo Rafael Santos de Oliveira, 20 anos, sofre de uma disfunção na válvula mitral, cuja função é abrir espaço para o sangue entrar no coração e fechar para que ele não volte. Ele conta que, quando faz esforço em excesso, a válvula trava e impede que o sangue entre, “o que provoca muita dor”. Como parte de seu tratamento, Oliveira toma medicamento contínuo e faz atividades físicas como corridas, polichinelo, entre outras. Por fim, relata que qualquer exercício físico faz com que essa válvula funcione de um jeito melhor.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, a cada dois minutos uma pessoa morre em razão de problemas cardíacos, e a tendência é de que o número de mortes por doenças cardiovasculares dobre a cada década. Engana-se quem pensa que os problemas no coração atingem apenas aos mais velhos

Médica de vários pacientes jovens, Letícia Concato, do Hospital Cruz Vermelha, conta que atende várias pessoas entre 15 e 25 anos com problemas cardíacos. “Os casos de doença aterosclerótica coronariana (danos nos principais vasos sanguíneos do coração) são mais frequentes em pacientes mais idosos, mas atualmente cada vez mais vimos pacientes jovens com este problema. Existem cardiopatias congênitas (anormalidade na estrutura do coração) e arritmia que são mais frequentes em jovens”.

A cardiologista aponta que o tratamento para problemas cardíacos varia e que conforme a doença existem tratamentos curativos, mas que a maioria segue tratamento a longo prazo.

No momento, Letícia, que trata pacientes jovens com problemas graves no coração como cardiopatia genética, síndrome de Wolff e Parkinson, relata que os seus pacientes geralmente aceitam bem a doença, quando bem orientados e acompanhados. “Algumas patologias precisam de acompanhamento e tratamento clínico por longo prazo, se não pela vida toda. Já outros, não”.

A doutora lista alguns sintomas que indicam problemas no coração:

– Dores no peito

– Falta de ar

– Palpitações

– Síncope (desmaios)

– Pré-síncope

Para esclarecimentos sobre as doenças, “O cardio falou”

O Hospital das Nações promove um evento permanente e gratuito a favor da conscientização da saúde no coração. “O cardio falou!” já acontece desde o dia 2 de abril no auditório do local, situado na Rua Raphael Papa, 10, no bairro Jardim Social.

Lá serão dados esclarecimentos por especialistas em cardiologia que também ministrarão palestras. Para participar, basta se inscrever de forma gratuita no site http://www.hospitalnacoes.com.br/hospital/cursos/o-cardio-falou ou enviar um e-mail para comunicacao@hospitalnacoes.com.br.

Fechado para comentários.