Especial Seleções – Austrália

AUSAUSTRÁLIA

Continente: Oceania
Capital: Canberra
População: 23,1 milhões
Nº participação em Copas: 4
Melhor Campanha: 2006 (Oitavas-de-final)
Expectativa para a Copa: Eliminado na primeira fase
Ranking da Fifa: 62º

 

Mesmo localizada na Oceania, a Austrália se classificou para a Copa através das Eliminatórias Asiáticas. Ficou com o segundo lugar do grupo B e carimbou o passaporte junto com o Japão. No Mundial, a equipe terá uma árdua tarefa pela frente para avançar de fase. Terá que deixar para trás nada menos que a atual campeã Espanha, a vice-campeã Holanda e o Chile. A estrutura escolhida para ser base de treinamento da seleção australiana é em Cariacica, localizada na Grande Vitória, no Espírito Santo. A Austrália enfrenta o Chile na Arena Pantanal no segundo dia da Copa.

Bola aérea

A seleção comandada pelo técnico Ange Postecoglou tem como ponto forte o uso das bolas paradas e das jogadas aéreas, tanto defensivamente como ofensivamente. No setor defensivo, a equipe tem muita eficiência nas jogadas aéreas, porém, quando a bola está no chão a defesa dos socceroos tem muita dificuldade. No setor ofensivo as principais jogadas são as bolas ligadas e cruzadas para o principal jogador da equipe, o atacante Tim Cahil. A equipe está tentando evoluir no quesito criação para ter mais opções ofensivas, não dependendo somente do seu atacante e das bolas aéreas, o que torna o time totalmente previsível.

AUTRALIA

Tim Cahill (Divulgação/Site oficial da Seleção da Austrália)

O craque: Tim Cahill

Com 52 convocações e 27 gols pela seleção australiana, sendo 3 destes em Copas, Tim Cahill é o destaque da equipe. Tem como principal qualidade seus cabeceios certeiros, mesmo tendo somente 1,78m de altura. Apesar de ter 34 anos ainda é a principal esperança da equipe para tentar surpreender os adversários.

 

 

 

 

 

Tommy Oar (Divulgação/Site oficial da Seleção da Austrália)

Tommy Oar (Divulgação/Site oficial da Seleção da Austrália)

Fique de olho: Tommy Oar

O meia-atacante, 22 anos, é um jogador rápido e com muita qualidade no passe. Tem conquistado espaço na seleção australiana nos últimos anos e já é considerado pelos jornalistas do país como o próximo Harry Kewell.

 

 

 

Os convocados

Goleiros

Eugene Galekovic (Adelaide United FC), Mitchell Langerak (Borussia Dortmund), Mat Ryan (Club Brugge).

Defensores

Jason Davidson (Heracles Almelo), Ivan Franjic (Brisbane Roar FC), Matthew Spiranovic (Western Sydney Wanderers), Alex Wilkinson (Jeonbuk Hyundai) e Bailey Wright (Preston North End).

Meias

Oliver Bozanic (Luzern), Mark Bresciano (Al Gharafa), James Holland (Áustria Viena), Mile Jedinak (Crystal Palace), Massimo Luongo (Swindon Town), Matthew McKay (Brisbane ROAR), Mark Milligan (Melbourne Victory), Tommy Oar (Utrecht), James Troisi (Melbourne Victory), Dario Vidosic (Sion).

Atacantes

Tim Cahill (New York Red Bulls), Ben Halloran (Fortuna Dusseldorf), Matthew Leckie (FSV Frankfurt 1899), Adam Taggart (Newcastle Jets).

Uniformes:

1623338_537443223027707_7962622160295539959_n
Confira o caminho da Austrália, aqui!

Fechado para comentários.