Especial Seleções – Bélgica

BELBÉLGICA 

Continente: Europa
Capital: Bruxelas
População: 11,14 milhões
Nº participações em Copas: 12ª
Melhor campanha: 1986 (quarto colocado)
Ranking da FIFA: 12º
Expectativa: Quartas de final

Com uma campanha invicta nas Eliminatórias da Europa, a Bélgica vem como cabeça de chave do grupo H, ao lado de Rússia, Argélia e Coreia do Sul. Os belgas vêm para sua 12ª Copa do Mundo, sendo umas das seleções que mais participaram em mundiais. Sem nenhum problema de ordem médica, o técnico Marc Wilmots poderá contar com seus principais jogadores, como Kompany, Fellaini, Hazard e Lukaku.

Geração promissora

Após duas Copas ausente, a Bélgica está de volta a um Mundial. E esse fato foi consolidado por uma nova geração habilidosa, considerada uma das melhores da história do pequeno país europeu. Com esses novos jogadores, o estilo de jogo da Bélgica mudou, mais técnico e ofensivo. Nestes quesitos, pode-se fazer uma comparação com a seleção da Holanda, um dos grandes rivais da Bélgica. Os Red Devils, como é conhecida a seleção belga, chegam ao Brasil como uma possível surpresa, com poder para virar realidade.

O técnico Marc Wilmots tem opções de qualidade em praticamente todos os setores. Na parte defensiva, o goleiro Courtois e o zagueiro e capitão Kompany são os principais nomes. Wilmots ainda pode contar com a experiência do veterano Van Buyten. O maior problema surge nas laterais, já que quem atua pelos lados do campo são dois zagueiros, Alderweireld e Vertonghen.

Mas é do meio para frente que toda a qualidade dos belgas aparece. Jogadores como Fellaini, que pode atuar como volante ou meia, De Bruyne, que atua pelos lados do campo e dono de passes decisivos, Hazard, principal nome da Bélgica e Lukaku, referência no ataque, podem fazer o time de Wilmots sonhar até com uma campanha parecida com a de 86, quando chegaram à semifinal. E um nome que pode aumentar a qualidade dessa lista é Januzaj, jovem promessa que optou por jogar pela Bélgica após longa novela.

O craque: Eden Hazard

Britain Soccer Premier League

Eden Hazard (Divulgação/Site oficial da Seleção da Bégica)

O jovem Hazard começou sua carreira profissional em 2007 no Lille da França. Desde a primeira temporada mostrou ser um jogador habilidoso, incisivo, capaz de várias assistências e belos gols. Ganhou dois prêmios de melhor jogador jovem no campeonato francês. Em 2012 foi para o Chelsea, onde é titular absoluto, assim como é em sua seleção. Na Inglaterra, na temporada 2013-14, ganhou mais um prêmio de melhor jogador jovem. Com todos esses prêmios e status de craque, Hazard é o nome que poderá levar longe os Red Devils no Brasil.

LUKAKU - BELGICA

Romelu Lukaku (Divulgação site oficial da Seleção da Bélgica)

Fique de olho: Romelu Lukaku

O artilheiro belga é esperança de gols para a sua seleção. Emprestado pelo Chelsea ao Everton, Lukaku fez boa temporada pelo time de Liverpool, marcando 14 gols na Premier League.

CONVOCADOS

Goleiros: Courtois (Atlético Madrid-ESP), Mignolet (Liverpool-ING), e Bossut (Anderlecht).

Defensores: Alderweireld (Atlético Madrid-ESP), Vanden Borre (Anderlecht), Ciman (Standard Liège), Kompany (Manchester City-ING), Van Buyten (Bayern de Munique-ALE), Vermaelen (Arsenal-ANG), Lombaerts (Zenit-RUS), Vertonghen (Tottenham-ING).

Meias: Witsel (Zenit-RUS), Defour (Porto-POR), Fellaini (Manchester United-ING), Dembélé (Tottenham-ING), Chadli (Tottenham-ING), De Bruyne (Wolfsburg-ALE)

Atacantes: Lukaku (Everton-ING), Origi (Lille-FRA), Hazard (Chelsea-ING), Mertens (Napoli-ITA), Mirallas (Everton-ING), Januzaj (Manchester United-ING).

Uniformes: 

10404902_537443236361039_1363362911172020864_n

Confira o caminho da Bélgica, aqui!

Fechado para comentários.