SUIÇA DESTAQUE
Especial Seleções – Suíça

SUIÇA PAÍSSUIÇA

Continente: Europa

Capital: Berna

População: 7,8 milhões

Nº de participações em Copas: 1

Melhor participação: Quartas (1934, 1938, 1954)

                                                                                            Ranking FIFA: 6º

A Suíça chega ao Brasil para sua décima participação, e pretende fazer jus a sua colocação no Ranking da FIFA. Atual sexta ‘melhor’ seleção do mundo, os suíços venceram a Espanha no primeiro jogo da Copa do Mundo de 2010, e pareciam candidatos a grande surpresa, porém, perderam do Chile, empataram com Honduras e acabaram eliminadas na fase de grupo. Em 2006, conseguiram o feito de passar em primeiro num grupo com França, Coreia do Sul e Togo, porém foram eliminas nas oitavas pela Ucrânia. Em 2006, a Suíça não tomou nenhum gol e se despediu da Copa do Mundo invicta.

Ferrolho Suíço

Após ser eliminada nos pênaltis nas oitavas de final pela Ucrânia sem tomar gols em 2006, vencer a futura campeã Espanha no primeiro jogo da fase de grupos de 2010, a Suíça ficou conhecida como o ‘ferrolho suíço’. O objetivo da seleção é se fechar, não tomar gols, para quem sabe fazer alguns no contra-ataque e surpreender seus adversários. E se defender é uma arte que a Suíça faz muito bem. Nas eliminatórias, marcaram 17 gols e sofreram apenas 6 em 10 jogos, se classificando em primeiro lugar no Grupo E. No período de preparação para a Copa, venceu seleções como Alemanha (5-3), Croácia (4-2) e Brasil (1-0). Mas também sofreu resultados inusitados, como derrotas para a Coréia do Sul (2-1) e Roménia (1-0), mostrando ser uma seleção inconstante. Além da falta de regularidade, terá que enfrentar o calor brasileiro, pois jogará em Brasília, Manaus e Salvador na fase de grupos. Para se classificar, terá que vencer os frágeis, mas acostumados com o calor Equador e Honduras, e a França, que passa por uma profunda reformulação.

(Xherdan Shaqiri/Divulgação site oficial da Seleção da Suíça)

(Xherdan Shaqiri/Divulgação site oficial da Seleção da Suíça)

O craque

Xherdan Shaqiri de 22 anos se destacou pelo surpreendente Basel que chegou a eliminar o Manchester United de uma Champions League, e logo despertou interesse do Bayern de Munique. Apesar de não ter jogado muito por disputar posição com muitos craques no time bávaro, Shaquiri é a grande esperança da seleção Suiça para seus mortais contra-ataques.

(Gokhan Inler/Divulgação site oficial da Seleção da Suíça)

(Gokhan Inler/Divulgação site oficial da Seleção da Suíça)

Gokhan Inler joga no Napoli-ITA e é o atual capitão da Suíça. Muito forte fisicamente, Inler é o comandante do meio campo suíço e nesta copa o volante espera mostrar que a marcação Suíça ainda é um ponto forte.

 

Convocados

Goleiros: Diego Benaglio (Wolfsburg/ALE), Roman Buerki (Grasshopper), Yann Sommer (Basel)

Defensores: Johan Djourou (Hamburg/ALE), Michael Lang (Grasshopper), Stephan Lichtsteiner (Juventus/ITA), Ricardo Rodriguez (Wolfsburg), Fabian Schaer (Basel), Philippe Senderos (Valencia/ESP), Steve von Bergen (Young Boys), Reto Ziegler (Sassuolo/ITA)

Meias: Tranquillo Barnetta (Eintracht Frankfurt/ALE), Valon Behrami (Napoli/ITA), Blerim Dzemaili (Napoli/ITA), Gelson Fernandes (Freiburg/ALE), Goekhan Inler (Napoli/ITA), Xherdan Shaqiri (Bayern Munich/ALE), Valentin Stocker (Basel)

Atacantes: Josip Drmic (Nuremberg/ALE), Mario Gavranovic (Zurich), Admir Mehmedi (Freiburg/ALE), Haris Seferovic (Real Sociedad/ESP), Granit Xhaka (Borussia Moenchengladbach/GER)

Uniforme

SUIÇA UNIFORME

Confira o caminho da Suíça, aqui!

 

 

Fechado para comentários.