(Foto: Caio Liberal)
Francês elabora circuito turístico alternativo em Curitiba

Rota turística temática é realizada a pé no centro da cidade

Caio Liberal

(Foto: Caio Liberal)

Foto: Caio Liberal

Na tarde da última terça-feira (27), um grupo de 11 intercambistas dos mais diversos países fizeram um tour pelo centro de Curitiba. Os jovens entre 16 e 18 anos tinham como um guia alguém inusitado para tal cargo em terras brasileiras: um francês que vive na cidade há 6 anos.

Jacques Décoret é natural de Lyon, no sul da França, e mora em frente ao passeio público. Casado com uma brasileira, Décoret elaborou um roteiro turístico inusitado na cidade. “Trata-se de um itinerário temático. Passamos pelos principais pontos turísticos de acordo com as fontes d´água”, conta.  Algo parecido já existe em cidades como Paris. Na capital francesa, é possível conhecer a cidade através de 6 roteiros com temas específicos. Curitiba não possui rios (todos canalizados) nem lagos no Centro. A escassez de água sempre chamou atenção do engenheiro aposentado. Porém, a quantidade de fontes também lhe foi motivo de surpresa. “Percebi que a cidade tinha muitas fontes. E, que elas estavam sempre associadas a monumentos ou pontos turísticos”, explica o francês.

Desfrutar da cidade a pé não é tão comum no Brasil como na Europa. E é justamente o que propõe o caminho elaborado por Décoret: descobrir culturalmente Curitiba durante 2 horas em trajeto unicamente peatonal. Ele começa no Passeio Público e termina na Praça Santos Andrade.  Já no primeiro ponto turístico se encontram 5 fontes:  Fonte Vaso, Fonte da Ilha, Fonte da antiga central elétrica, Fonte da Caverna e Fonte das cortinas aquáticas. Coincidentemente  (ou não) um dos principais símbolos da cidade é justamente uma fonte. A fonte do Cavalo, na praça Garibaldi, mais conhecida como “Cavalo Babão”.

Impressão dos intercambistas

 

Turismo no Brasil quase sempre é relacionado a praias. Curitiba não tem praias e o sol custa a aparecer em dias de inverno. Foi então a oportunidade de reunir estrangeiros que residem na cidade para um passeio histórico e cultural. “Já tinha visitado o centro da cidade com meus pais hospedeiros, mas só agora, com o passeio delimitado a partir das fontes, que entendi da história da cidade. Muito interessante ver que cada fonte ajuda a contar os fatos curitibanos”, relata o mexicano Erick Santiago, de 16 anos. Ele está na cidade há menos de um mês e está estudando no Colégio Medianeira.

Liang Gian Ming, de Taiwan, afirma que em sua cidade natal encontram-se mais fontes que na capital paranaense, entretanto, elas não são contadoras de histórias como aqui. Surpreender-se com o poder das fontes de contar causos não é privilégio apenas de intercambistas. Erick Schrega, estudante de relações internacionais, acompanhava o grupo e se impressionou com a carga histórica que passeios alternativos possam transmitir. “Pouca gente explora trajetos turísticos alternativos na cidade”, diz.

Curitiba tem um potencial turístico muito grande a ser explorado. Muitos trajetos podem ainda ser elaborados. “Eu tenho ainda um outro roteiro: que passa pelos relógios da cidade, entre eles o das flores e o relógio da Rua XV”, completa Décoret. Se depender do francês, Curitiba poderá ser um dia tão requisitada turisticamente quanto o Rio de Janeiro.

Mapa do circuito (# 2h30 – 3h)

Roteiros pedestres Curitibanos – As 20 fontes do coração de Curitiba   1 – Mapa do circuito (# 2h30 – 3h)

(Mapa: Caio Liberal)

1 – Praça José Borges de Macedo : Fonte da carregadeira de água

2 – Largo da Ordem : Fonte bebedouro dos pombos

3 – Memorial de Curitiba : Fonte riacho

4 – Praça Garibaldi : Fonte do cavalo

5 – Cruz. Al. Cabral/R. Cruz Machado : Fonte do poema

6 – Praça General Osório : Fonte da bacia ao cisne

7 – Praça Ruy Barbosa : Fonte da água dançante

8 – Praça Carlos Gomes : Fonte das 3 cachoeiras

9 – Praça Zacarias : Fonte dos torneiros

10 – Rua Quinze de Novembro : Fonte das Flores

11 – Praça Santos Andrade : Grande Fonte

12 – Passeio Público :  – Fonte Vaso

13 – Fonte da Ilha

14 – Fonte da antiga central elétrica

15 – Fonte da caverna

16 – Fonte das cortinas aquaticas

17 – Praça GK Gibran : Fonte dos jatos eternos

18 – Praça Dom Cailet : Fonte da Venus curitibana

19 – Praça 19 de Dezembro : Fonte do afresco memorial

20 – Praça Gen. Marques : Fontes da Liberdade

Saiba Mais

Fechado para comentários.