IMG_6765
Jovens aventureiros saem de casa em busca de independência

Por Aline Bonn

A falta de oportunidade ou qualificação, leva vários desempregados ao trabalho informal. No entanto, Juliana, 21 anos, e Guilherme, 19, aderiram a tal estilo de vida por vontade própria, largando suas casas na capital do país para viver ”livremente”. Atualmente, os dois estão em Curitiba trabalhando como malabaristas no semáforo.

IMG_6775

Jovens saem de Brasília em busca de novas experiências
Foto: Natália Moraes

Os dois amigos de Brasilia já passaram por lugares como Palmas, Belo Horizonte e São Paulo. Há duas semanas estão em Curitiba. “Gosto do clima daqui”, afirma Guilherme.

Guilherme foi o primeiro a se aventurar pelo país

Guilherme foi o primeiro a se aventurar pelo país
Foto: Natália Moraes

Ele foi o primeiro a sair de casa, em Março deste ano, não dando início aos estudos no ensino superior. Até hoje não sabe o que irá cursar. Juliana, contudo, largou a faculdade de Pedagogia e há dois meses resolveu seguir os passos de seu companheiro, deixando sua cidade natal.

Engana-se quem pensa que os dois vivem nas ruas. Os brasilienses alugaram um quarto no Bairro Rebouças e ainda não conhecem muito bem a cidade, já que trabalham do meio dia ao anoitecer para sustentarem seus hábitos. Eles fazem malabaris no semáforo da Avenida Dr. Dário Lopes dos Santos.

Guilherme e Juliana não revelaram quanto ganham por dia. ”O dinheiro não é importante, o que vale é a experiência de conhecer o país sem gastar muito”, diz Guilherme. A receptividade do público é boa segundo os malabaristas, e asseguram que os curitibanos os tratam com respeito e são bem educados.

IMG_6765

Os brasilienses preferiram não revelar o quanto ganham
Foto: Natália Moraes

Fechado para comentários.