Lago do Passeio Público passa por limpeza

Prefeitura encontra aparelhos celulares e até panela durante revitalização do parque

Por Virgínia Freitas

Depois de quatro anos sem uma limpeza completa, recentemente um dos parques mais antigos da Capital passou por uma revitalização. O lago do Passeio Público foi esvaziado e limpo no final do mês de agosto. Juntamente com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente a Prefeitura de Curitiba garante que o maior prejuízo para o parque foi apenas visual.

Para Luciano dos Anjos, aposentado e frequentador do Passeio Público, a limpeza do lago foi necessária. “Faço caminhada todo dia de manhã, e frequento o parque desde os meus 50 anos, já vi várias vezes o povo jogar lixo no lago. Mas depois dessa limpeza da gosto de ver”, relata o aposentado.

Brincos, anéis, medalhas, relógios, telefones celulares, moedas e até uma panela foram encontrados durante a limpeza. A maioria desses objetos leva cerca de 450 anos e outros um tempo indeterminado para se degradarem. A decomposição de aparelhos eletrônicos e baterias liberam substâncias químicas perigosas para o meio ambiente, tais como, mercúrio e chumbo, e, por isso, esses objetos e tantos outros devem ser descartados em lugares apropriados e longe da natureza.

Para o morador da região há 21 anos, Luis Felipe Agottani afirma que o lago sempre foi sujo. “Nunca vi jogarem lixo no rio, mas a quantidade de garrafa plástica, bituca de cigarro é de assustar” relata o morador.

Segundo a Prefeitura Municipal de Curitiba, não foi constatado prejuízo na qualidade da água ou para a fauna presente no lago, pois todos os peixes que vivem no local encontram-se em boas condições. Antes do esvaziamento, os animais foram manejados para os lagos que ainda não foram limpos.

Essa não é uma iniciativa isolada. A limpeza acontece diariamente, com a retirada de materiais sólidos, como papéis, sacos, embalagens plásticas, galhos e folhas, que são jogados ou acabam caindo com o vento na água. De acordo com a Prefeitura, a lavagem interna dos tanques varia conforme a necessidade e acúmulo de sedimentos e que durante os serviços, é feito o esvaziamento, a retirada de sedimentos, limpeza da base, conserto de eventuais rachaduras e vazamentos do fundo e paredes. O próximo passo é esvaziar o outro lago para uma outra limpeza.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente já trabalha em diversas frentes para a sensibilização da população com as suas ações de Educação Ambiental. Há também lixeiras em todos os espaços públicos da cidade.

É importante que a população conscientize-se de que objetos jogados na natureza são prejudiciais para os animais e para o meio ambiente. E que pela cidade há diversos pontos de coleta de lixo para que sejam descartados corretamente sem causar danos para a natureza.

Deixe um comentário