afc77101b09a4d35217e81506fa55f05 (1)
Locadoras tentam sobreviver à era digital

Serviços de streaming aceleram o fechamento de lojas

Por Anna Laura Ferraz, João Pedro Daleffe e Lívia Assunção

Com cada vez mais serviços de streaming – tecnologia de transmissão ao vivo de dados através da internet – de filmes e séries, está se acelerando o fechamento de locadoras de filmes. Recentemente, a Videoteca, localizada em um mercado no bairro Água Verde, e a Box Office, no Bom Retiro, encerraram as atividades.

O músico Estêvão Tiradentes, 22, era proprietário da Videoteca e conta que optou pela decisão de fechar as portas devido à rescisão de contrato com o mercado e também pelo enfraquecimento do ramo. “O cliente percebeu a facilidade de poder comprar o produto sem sair de casa e com a mesma qualidade de venda”, explica.

Tiradentes ainda relata que, nos dois primeiros anos de negócio, tudo deu certo, mesmo com bastante concorrência. “Fomos até o nosso limite. Porém, com todas essas novas tecnologias, o mercado se encontra numa situação bastante delicada”.

O estudante Rafael Soto costumava ir com frequência a locadoras, mas prefere serviços streamings por pagar um valor fixo por mês e ter mais variedade. “É muito mais caro alugar, por exemplo, três filmes numa locadora do que pagar uma mensalidade e ter mais de 10 mil filmes e séries para escolher”. Soto ainda relata que escolheu o Netflix.

Funcionário de uma locadora no Bigorrilho, José Mendes conta que sentiu o impacto da diferença no movimento da loja, principalmente durante os finais de semana, quando o estabelecimento costumava ficar lotado. Ele opina que o futuro das locadoras ainda é bastante incerto, pois os custos são extremamente elevados e há brusca queda nesse ramo, principalmente em relação ao número de clientes.

Procurado pela reportagem, o Sindicato das Vídeo-Locadoras do Paraná (Sindivideo) não se manifestou até o fechamento da matéria

Cliente se mantém fiel

O economista Roberto Dias, 39, resolveu continuar com o hábito de alugar filmes quinzenalmente em locadoras. Ele relata que acha mais prático do que se adaptar às tecnologias oferecidas online e mostra contentamento em relação aos preços de pacotes impostos pelas lojas. Para ele, a grande vantagem das locadoras é ter as múltiplas opções para categorias e a possibilidade de achar filmes raros.

Para o funcionário da locadora, o que está fazendo com que os clientes fixos ainda frequentem o ambiente é a satisfação pelo atendimento oferecido e também por ser um hábito entre pessoas mais velhas. Ele ainda relata que a locadora possui aproximadamente cerca de 130 clientes fixos e faz a venda de DVDs novos ou antigos por até R$ 20.

Fechado para comentários.