Fim da integração pode causar problemas para moradores de Contenda
Foto: Monique Benoski
Prefeito de Contenda esclarece dúvidas sobre interrupção de linha de ônibus

A integração da linha de ônibus Contenda/Araucária/Curitiba será mantida até posicionamento oficial da ComecJulia Baggio e Monique Benoski

A integração das linhas de ônibus Contenda/Araucária/Curitiba corre o risco de ser rompida. Dessa forma, os moradores precisariam pagar mais de uma passagem para o deslocamento entre as cidades, o que gerou protestos da população. Em resposta sobre o problema, o prefeito do município de Contenda, Carlos Eugênio Stabach (Carlão), recebeu no seu gabinete os responsáveis pela manifestação para explicar a situação e falar que prefeitura tem toda a intenção de apoiar a população para que seja mantida a integração.

“Houve um aumento das linhas que fazem essa ligação, a população de Contenda cresceu e ano passado Araucária notificou que as linhas metropolitanas de Contenda e Araucária passariam a ser gerenciadas pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec)”, relatou o prefeito.

Carlão explicou que a Comec é o órgão responsável por toda a ligação dessas regiões. Como o município de Contenda depende do terminal de Araucária, foi feito um acordo no qual Araucária seria responsável pelo transporte de Contenda. Segundo o prefeito, até então a prefeitura de Contenda não tinha nenhuma responsabilidade perante essas linhas e agora estão aguardando o pronunciamento oficial da Comec, para que o transporte seja oficialmente integrado. “Era para essa integração ter sido rompida em maio, mas como temos uma ligação muito forte com Araucária, fomos adiando até que a Comec desse uma definição”, contou Carlão.

A importância da integração

Carlão informou que de todos os usuários dessa linha, 70% trabalham em Araucária e os outros 30% que se deslocam a outros centros voltam para Contenda. Maria Leticia de Carvalho, gerente da Agência do Trabalhador de Contenda, exemplificou esse dados afirmando que assina muitas carteiras de trabalho para funcionários da região metropolitana. “A continuação dessa integração é muito importante para que a colocação da população no mercado de trabalho não seja prejudicada, muita gente daqui de Contenda trabalha em Araucária e em Curitiba e depende desse transporte integrado, pois dificilmente as empresas darão quatro vales transporte por dia para seus funcionários”, contou.

De acordo com o prefeito, a prefeitura tem consciência da distância das rotas de ônibus, mas só quem pode dar a confirmação das informações é a Comec e a Companhia Municipal de transporte coletivo de Araucária (CMTC). “Temos um interesse muito grande que a integração seja oficializada, porém, precisamos que um aval oficial da Comec seja providenciado o mais breve possível”, relatou Carlão.

Sem a integração muitos moradores, que trabalham fora de Contenda, teriam sua locomoção dificultada
Foto: Monique Benoski

 

 

Fechado para comentários.