Resumo do futebol paranaense no final de semana dos dias 10 e 11 de agosto

Em final de semana de resultados ruins, times paranaenses não vencem na rodada da Série A e B

Bruno KriegerCaio Porthus Leonardo Dulcio

No último fim de semana (10 e 11) Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná não obtiveram os resultados esperados em suas partidas, com duas derrotas (Paraná e Coritiba) e um empate (Atlético Paranaense). O Portal Comunicare traz um pouco de como foram as partidas dos três times da capital:

Paraná Clube

No sábado (10), o Tricolor foi até o Pacaembu em São Paulo enfrentar o Palmeiras. Em partida válida pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro de 2013, o Paraná foi superado pelo Alviverde Paulista pelo placar de 2 a 1. O jogo foi marcado pelo domínio do Palmeiras, que apesar de começar perdendo, virou o jogo e conquistou os três pontos. O Paraná abriu o placar com Charles que desviou a bola para dentro do próprio gol, marcando contra. Depois do gol o tricolor recuou e sofreu muita pressão do time paulista que apenas no segundo tempo conseguiu empatar, aos 14 minutos, com o lateral esquerdo Juninho, e aos 26 com o meia Wesley. O Paraná apesar da derrota continua em quarto lugar com 23 pontos, quanto o Palmeiras lidera o campeonato com 34, dois a mais que o vice-líder Chapecoense.

Tabela da Série B até a 14ª rodada

Coritiba

No domingo (11) em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, o Coritiba (3°) recebeu o Vasco (10º) no Couto Pereira às 16h, e acabou derrotado pelo resultado de 1 a 0. O Coritiba planejava uma vitória perante sua torcida para comemorar o lançamento de sua mais nova terceira camiseta. Como nas últimas rodadas, o Verdão – mesmo com a volta de seu principal craque, Alex – entrou em campo mostrando um futebol apático e de pouca criatividade e logo aos 5 minutos do primeiro tempo viu o time carioca abrir o placar com Pedro Ken – ex-jogador do Coritiba, que após jogada de bola parada, aproveitou um momento de deslize de defesa verde e branca para marcar o primeiro e único gol da partida. O jogo foi morno, e sem grandes chances de gol para qualquer um dos times. O Vasco teve um total de seis chutes a gol, enquanto o Coritiba teve apenas três. Sem Alex no segundo tempo – que sentiu um desconforto muscular, a torcida do Coxa viu as bolas paradas da equipe, que costumam ser fatais com o número 10, se transformarem em lances sem perigo para o gol do Vasco. O Coritiba segue em terceiro na classificação com 2 pontos a menos que Cruzeiro e Botafogo que tem 25. Já o Vasco com a vitória foi a 18 pontos e está em décimo lugar na tabela.

Atlético Paranaense

No mesmo dia que seu rival Coritiba, o Rubro Negro (5°) foi até Novo Hamburgo no interior do Rio Grande do Sul às 18h30 enfrentar o Internacional (6°). A partida foi equilibrada e terminou empatada por 2 a 2. O Atlético saiu na frente com gol relâmpago de João Paulo marcado aos 35 segundos do primeiro tempo. O Internacional se organizou após levar o gol e empatou aos 14 minutos com o zagueiro Juan, que completou o rebote da falta cobrada por D’Alessandro. Aos 29 do segundo tempo o Furacão voltou a liderar o placar com Éderson – que com sete gols é o terceiro melhor marcador do campeonato.  Após o gol, a partida que contava com chances ambos os lados se tornou uma batalha de ataque contra defesa, pois o Colorado buscava com todas as suas forças o empate. Aos 42, a pressão do Internacional surtiu efeito e em chute de Otávio, que contou com a bola desviando de Luiz Alberto, a partida voltou a ficar empatada. No último lance do jogo quando tudo parecia terminado, o Atlético com uma bola enfiada em profundidade pelo lateral Pedro Botelho para Éderson marcou o gol, que foi anulado, gerando muita revolta por parte dos atletas atleticanos. Com 2 a 2 no placar, o Furacão continua sua perseguição por uma vaga no G4, em quinta lugar somando 20 pontos, os mesmo do Internacional, sexto colocado.

Tabela Série A até a 13ª rodada

Equipe: Bruno Krieger, Caio Porthus, Hélcio Weiss e Leonardo Dulcio

Fechado para comentários.