FotoVicio
Teste: descubra se você é viciado em Internet

Ficar conectado por tempo demais causa dependência.

Por Natália Fillipin e Giully Regina de França

Cada vez mais presente no cotidiano, a Internet pode se tornar um vício, causando dependência e sofrimento ao internauta.

Os principais sintomas desse problema são perder a noção do tempo em que ficou online e não conseguir se concentrar em outras tarefas diárias, offline. Também são sinais ficar sozinho no quarto, em vez de socializar com família e amigos; e não realizar atividades ao ar livre, especialmente em dias de sol.

Faça o teste abaixo e descubra se você está passando mais tempo que o necessário na Internet:

1. Você permanece online mais tempo do que pretende, com cada vez mais frequência?

2. Ignora ou evita outros trabalhos ou atividades para poder gastar mais tempo online?

3. Constantemente verifica mensagens ou e-mails antes de fazer algo que você precisa fazer, mesmo que isso atrase uma refeição?

4. Você fica irritado quando alguém o incomoda enquanto está fazendo algo online ou no telefone?

5. Prefere gastar seu tempo online com outras pessoas – ou através de mensagens de texto via celular – do que conversar pessoalmente?

6. Quando está off-line, você pensa muito em voltar para o computador?

7. Discute ou é criticado por amigos, namorada (o) ou família sobre o tempo que você passa online?

8. Você fica eufórico pensando em quando será a próxima vez que estará online, ou mesmo, fica pensando sobre o que fará quando se conectar?

9. Você prefere atividades em frente ao computador a sair de casa e fazer qualquer outra coisa?

10. Você esconde dos outros – ou fica na defensiva quando alguém quer saber – aquilo que você faz na internet?

 

Resultado: Se cinco ou mais respostas foram “sim”, você provavelmente precisa procurar ajuda de um especialista, pois há grandes chances de estar com algum tipo de dependência com a internet.

Fonte: Mais Equilibrio

 

Tratamento exige afastamento

A maioria dos tratamentos contra a dependência de Internet, afirmam especialistas, envolve afastar o usuário da vida online, por meio de atividades com outras pessoas. Outras alternativas são parar de usar um serviço específico (por exemplo, Facebook), colar bilhetes pela casa para lembrar a si mesmo de sair da Internet, criar uma lista das tarefas cotidianas e cumpri-la e procurar ajuda médica.

Segundo a psicóloga Cristina Pereira, se você deixa de passar um tempo com familiares ou de aproveitar um dia ensolarado para ficar jogando ou nas redes sociais, você pode ser considerado viciado. “Se você é viciado, já existem tratamentos específicos ou pode simplesmente ir ao psicólogo e relatar o problema e voltar a ter uma vida normal”, explica.

 

 

 

Fechado para comentários.