whatsapp-image-2016-10-02-at-10-07-39
Três cidades do Paraná terão segundo turno

Curitiba, Maringá e Ponta Grossa não têm eleição definida

Por Sophia Cabral

Três cidades do Paraná terão votação em segundo turno para definir o prefeito: Curitiba, Maringá e Ponta Grossa. A nova votação acontece em 30 de outubro.

Em Curitiba, o candidato Rafael Greca (PMN) terminou em primeiro lugar, com 38,38% dos votos; e irá disputar o novo pleito com o candidato Ney Leprevost (PSD), que teve 23,66% dos votos. O candidato Gustavo Fruet (PDT) ficou em terceiro lugar, com 20,03% dos votos. Maria Victória (PP) terminou em quarto, com 5,66% dos votos. Em quinto, ficou o candidato Requião Filho (PMDB), com 5,60% dos votos. Tadeu Veneri (PT) terminou em sexto, com 4,28% dos votos. Em sétimo lugar, Ademar Pereira (PROS), com 1,24% dos votos. Em último lugar ficou a candidata Xênia Mello (PSOL), com 1,15% dos votos.

No norte do estado, em Maringá, o candidato Silvio Barros (PP) terminou com 39,69% dos votos. O adversário será Ulisses Maia (PDT), que somou 28,87% dos votos.

A cidade de Ponta Grossa também terá segundo turno. O candidato Marcelo Rangel Cruz Oliveira (PPS) terminou em primeiro lugar, com 47,68% dos votos. Em segundo ficou o candidato Aliel Machado (REDE), com 28,15% dos votos.

Cidades com prefeito já eleito

Em Londrina, o candidato Marcelo Belinati (PP) terminou a eleição com 51,57% dos votos, elegendo-se já no primeiro turno. Em segundo lugar, ficou o candidato Valter Orsi (PSDB), com 35,33% dos votos.

Em Guarapuava, o candidato Cesar Silvestri Filho (PPS) também se elegeu no primeiro turno, com 60,07% dos votos. O candidato Dr Antenor (PT), terminou em segundo, com 33,93% dos votos.

Em Foz do Iguaçu, o candidato Chico Brasileiro (PSD) elegeu-se sem segundo turno. Com 67,88% dos votos, ficou à frente do candidato Phelipe Mansur (REDE), que teve 29,36% dos votos.

Na cidade de Cascavel, o candidato Paranhos (PSC) terminou com 51,17% dos votos, não havendo a necessidade do segundo turno. Em segundo lugar ficou Marcio Pacheco (PPL), com 33,43% dos votos.

Fechado para comentários.