Treta Championship bate recorde de inscrições

O maior campeonato de games de luta do país ocorre novamente em Curitiba

Beatriz Lima

1232825_507520599337324_1537776505_n

Boas vindas do torneio aos competidores.
Foto: Beatriz Lima

A 4ª edição do torneio anual de video games realizada no Hotel Deville Rayon, centro de Curitiba, rendeu várias horas de entretenimento para quem jogou ou assistiu às partidas. A competição, que ocorreu no último final de semana (7 e 8), contou com a presença de participantes de diversas regiões do Brasil e até mesmo de outros países, somando 650 inscritos, cerca de 1,4 mil espectadores presentes e mais de 5,5 mil espectadores online.

Os cyberatletas, como são chamados os competidores, puderam fazer suas inscrições via Facebook com o valor inicial de R$ 50,00 por jogo, podendo escolher entre: Street Fighter X Tekken, King of Fighters XIII, Super Street Fighter IV Arcade Edition e Ultimate Marvel vs. Capcom 3. Não há idade mínima ou limite para participar, porém, a faixa etária predominante entre os jogadores era de 16 a 30 anos.

A página oficial do Treta disponibilizou um link que permitiu que os gamers ausentes pudessem acompanhar o evento em tempo real. As imagens ainda estão gravadas e podem ser acessadas mesmo após o termino do torneio.

O Campeonato

O Treta Championship Aftermath começou há quatro anos idealizado por Giovane Lurezonski, que é jogador, e por Gabriel Soto Bello, que utiliza o video game apenas como hobbie, com o intuito de reunir a comunidade gamer. “Ele [Giovane] sempre teve vontade de fazer o evento, porque aqui em Curitiba a gente não tinha nada parecido”, afirma o organizador Bello.

O torneio é realizado desde o início em Curitiba, entretanto, a 3ª e 4ª edições contaram com competições classificatórias em outros locais como São Paulo, Distrito Federal e Rio de Janeiro para a etapa final na capital paranaense.

Gamers

Arcades para quem desse uma pausa durante as competições Foto: Beatriz Lima

Arcades para quem desse uma pausa durante as competições
Foto: Beatriz Lima

Entre os competidores estavam presentes dois dos maiores jogadores do planeta: o inglês Ryan Hart e o japonês Sakonoko. Além deles, havia vários outros estrangeiros como o chileno Victor Duarte, ganhador da categoria Street Fighter X Tekken. Em geral, os competidores elogiaram a organização e a eficiência dos funcionários.

A final foi disputada pelos favoritos Ryan Hart e Sakonoko, e, depois de muita luta, a vitória foi dada ao japonês, que foi automaticamente classificado para o campeonato da marca Capcom nos EUA com direito a tudo pago e R$ 3 mil em dinheiro.

Hart, que ficou em segundo lugar e levou para casa o prêmio de R$ 1 mil, afirmou que os competidores são durões e apaixonados pelo cyberesporte. “Eu nunca estive aqui antes e é muito bom ver que no Brasil existem pessoas como no resto do mundo que amam e partilham o que podem fazer”, finalizou Hart. A terceira posição ficou por conta do brasileiro Keoma Pacheco.

Sakonoko, após receber o prêmio, deixou clara a sua vontade de voltar para outras competições no Brasil. Nos agradecimentos finais, o idealizador, Giovane Lurezonski, prometeu melhorias e garantiu a organização da 5ª edição em 2014.

Fechado para comentários.