img destacada vogue
Evento da maior revista de moda do Brasil movimenta Curitiba

O Vogue Fashion’s Night Out levou ao shopping Mueller palestras com profissionais da área e convidados especiais. Criado em 2009 pela Vogue norte-americana, o evento passará por cinco capitais brasileiras entre os meses de setembro e novembro.

Por Laura Alvarenga e Marina Cardoso 

Curitiba recebeu o Vogue Fashion’s Night Out no dia 11 de setembro. Além de ser aberto ao público, o evento reuniu os maiores jornalistas de moda do Brasil e diversas celebridades. Com palestras e workshops, a celebração também impulsionou as vendas do shopping graças a promoções oferecidas para atrair o consumidor.

Foi a segunda edição do evento em Curitiba e o público se sentiu muito bem acolhido pelos organizadores e por toda a equipe Vogue. “Achei muito interessante a ideia de trazer um evento como esse para Curitiba. A melhor parte, sem dúvidas, foi o workshop com Frasson. A simpatia de toda a equipe Vogue surpreendeu, valeu muito a pena”, diz Gabrielle Campos, 18 anos, que sonha em trabalhar com moda no futuro. A comemoração terminou com a presença de Paula Toller, que cativou a plateia em um show solo, atraindo grande parte dos visitantes do shopping.

As lojas aproveitaram para fazer promoções e lucrar com o movimento dos apaixonados por moda. Na loja Animale, foram desenvolvidas novas peças, sendo elas uma nécessaire com design exclusivo do símbolo da festa – a coruja Owlie – e uma jóia feita especialmente para o evento. Já na loja Arezzo, cada cliente que levasse um sapato usado ganhava 10% de desconto na compra de um novo.

Workshop sobre a capa da Vogue

O diretor de moda da revista, Giovanni Frasson, falou em um workshop sobre as capas emblemáticas da publicação. Há 27 anos na Vogue Brasil, o diretor já produziu mais de 200 capas para a Vogue e acredita que essa é a parte mais importante da revista. “Não aceitar o normal, buscar o máximo, ter algo especial e dar o melhor para os leitores”, diz Frasson, são os pontos principais que fazem da Vogue a número um do mundo.

Frasson ainda detalha quais são os critérios para uma foto de capa. Para ele, a modelo deve ser deslumbrante, e, de preferência, brasileira, além de estar no ápice de sua carreira. Dentre as fotos de um editorial, a escolha da foto de capa é sempre definida pela mais impactante. Apesar disso, as dificuldades de se produzir uma capa também são inúmeras. Conciliar a agenda de modelos e fotógrafos, as locações e o alto custo fazem do trabalho do diretor uma tarefa exaustiva. As 16 capas emblemáticas estão expostas no piso Mateus Leme, e ficarão em exibição até dia 14 desse mês.

O mercado Fashion

Daniela Falcão, diretora de redação da revista, juntou-se aos estilistas Alexandre Herchcovitch e Amir Slama para um bate-papo sobre processo criativo. A conversa girou em torno de como é trabalhar com produção de moda hoje e das dificuldades em seguir carreira na área. “A profissão de estilista é muito cruel ao meu ver, porque você tem que ter novas ideias diariamente, apresentar no mínimo duas coleções ao ano e fazer com que seu cliente continue sendo seu cliente, com toda a concorrência que hoje existe na moda”, diz Herchcovitch. “Você sendo estilista fica muito dependente do trabalho dos outros”, completa Slama, que acredita que ficar dentro do cronograma é um dos maiores desafios do ofício.

Fechado para comentários.