Curitiba passa a realizar feiras orgânicas à noite

Cidade apresenta tendência de consumo no período noturno.

Por Virgínia Thais

Curitiba, que não contava com nenhuma feira orgânica noturna, dispõe desse atrativo desde o dia 17 de março, quando foi inaugurada a primeira atração do gênero, no bairro Cristo Rei. A feira é realizada todas as terças-feiras, das 17h às 21h, com 4 bancas de frutas, verduras, legumes, grãos, geleias, sucos, molhos e conservas. Também há uma banca de pescaria e outra de frango. Todos os produtos são orgânicos.

A cidade tem hoje com 13 feiras orgânicas, mas essa é a primeira feira noturna. A Prefeitura, responsável pela novidade, garante que houve grande aceitação por parte do público, pois o comércio noturno com produtos orgânicos é um diferencial não só pelos produtos, mas também pelo horário. “As pessoas estão se preocupando cada vez mais com a saúde, e o orgânico é um produto que não usa agrotóxico, fazendo com que o associem a saúde e qualidade de vida. É uma demanda de consumo crescente, em torno de 20 a 30% ao ano”, diz o diretor das unidades de abastecimento da Secretaria Municipal de Abastecimento, Nivaldo Guimarães Vasconcelos.

Ele acrescenta que esse tipo de produto passa por um processo de barateamento. “A gente vê o aumento da demanda e da oferta, e percebe que o preço vem sendo cada vez mais competitivo. A venda direta do agricultor permite essa redução de preço em relação às mercadorias vendidas nos supermercados.”

Na segunda semana de realização do evento, o feirante Amalri Bazani estava muito animado com as vendas e destacou que as pessoas estão cada vez mais conscientes sobre o efeito dos agrotóxicos no organismo. Por isso, optam por alimentos livre deles, colocando a saúde em primeiro lugar. Ele, que também expõe os produtos em uma feira na Praça 29 de Março, conta que, se o movimento seguir alto, terá de trazer mais pessoas para trabalhar na banca.

A Prefeitura de Curitiba tem percebido a tendência do consumidor para compras  noturnas. A Secretária Municipal de Abastecimento (SMAB) afirma que as feiras orgânicas são tendência e que a Prefeitura pretende abrir pelo menos mais uma feira noturna do gênero na cidade, em local que está sendo estudado para poder atender à demanda de público.

Fechado para comentários.