Especial seleções – Espanha

10478071_10152267092478842_327521685_n

ESPANHA

Continente:
Europa
Capital: Madrid
População: 47,27 milhões
Nº participação em Copas: 14
Melhor Campanha: 2010 (Campeã)
Expectativa para a Copa: Semifinal
Ranking da FIFA:

 

Atual campeã da Copa do Mundo, a Espanha não teve dificuldades para garantir sua vinda ao Brasil. Nas eliminatórias, a Fúria superou a França, principal adversária, e as fracas Finlândia, Geórgia e Bielorrússia, com uma campanha invicta de seis vitórias em oito partidas e saindo vitoriosa em todas as partidas em que jogou como visitante. Os atuais campeões do mundo adotaram o CT do Caju, do Atlético-PR, como base durante a competição. Sua primeira apresentação na Copa do Mundo é contra a Holanda, na Arena Fonte Nova.

Em busca do bi

Com muitos jogadores que estavam no elenco da equipe campeã do mundo na África do Sul há quatro anos, o técnico Vicente Del Bosque conta com uma equipe mais envelhecida e que continua tendo como base os atletas dos dois principais times da Espanha: Barcelona e Real Madrid. Além disso, o esquema utilizado também é o mesmo do time catalão, só que com a utilização de um centroavante. O setor ofensivo tem muita qualidade, liderado por Xavi e Iniesta e tendo como referência o brasileiro naturalizado Diego Costa, que atuou apenas uma vez com a camisa roja. Em contrapartida, a defesa conta com o experiente goleiro Casillas, que até traz segurança ao time espanhol, mas que sofreu na última temporada com revezamento de goleiros feito no Real Madrid. Porém, o que realmente preocupa os torcedores espanhóis é a lateral direita. Arbeloa vinha sendo o titular no setor, mas falhou em partidas importantes e vê Juanfran e Azpliciueta em melhor fase. Como não vem tão forte quanto na última Copa, a Fúria vai precisar bastante de seu coletivo para conquistar o bicampeonato. Os espanhóis estreiam contra a Holanda, em Salvador, depois jogam contra o Chile, no Rio de Janeiro, e encerram a primeira fase contra a Austrália, em Curitiba.

O craque: Andrés Iniesta 

ESPANHA

Andrés Iniesta (Divulgação/ Site oficial da Seleção da Espanha)

Cérebro do time espanhol, Iniesta vai ser fundamental para criar as jogadas e também deixar os seus gols. Se Vicente Del Bosque tiver Andrés em sua melhor fase, a bola chegará com facilidade nos pés dos atacantes e também é uma meia que finaliza muito bem. Com a camisa da Espanha, são 95 partidas e 11 gols, o mais importante deles o do título mundial em 2010 contra a Holanda.

 

Diego Costa - Fique de Olho

Diego Costa (Divulgação/Site oficial da Seleção da Espanha)

 Fique de olho: Diego Costa

Diego Costa vem sendo o grande destaque do Atlético de Madrid nesta  temporada e marcou mais de 25 gols. Na seleção espanhola ainda tem a  sua expectativa em torno de seu futebol pois jogou apenas uma partida.  Pegando entrosamento com os companheiros, é a grande esperança de    gols da Espanha.

 

 

Convocados

Goleiros
Casillas (Real Madrid), Pepe Reina (Napoli), De Gea (Manchester United)

Defensores

Sergio Ramos (Real Madrid), Gerard Piqué (Barcelona), Raul Albiol (Napoli), Juanfran (Atlético de Madrid), Jordi Alba (Barcelona), Cesar Azpilicueta (Chelsea),

Meias
Javi Martínez (Bayern de Munique), Xavi Hernandez (Barcelona), Xabi Alonso (Real Madrid), Andres Iniesta (Barcelona), Koke (Atlético de Madrid), Sergio Busquets (Barcelona), Santi Cazorla (Arsenal), Cesc Fàbregas (Barcelona), Juan Mata (Manchester United), David Silva (Manchester City)

Atacantes
Pedro Rodriguez (Barcelona), Diego Costa (Atlético de Madrid), David Villa (Atlético de Madrid), Fernando Torres (Chelsea)

Uniformes:

1904077_537443326361030_3255473520947805793_n

Confira o caminho da Espanha, aqui!

Fechado para comentários.