A torcida mais animada da Copa do Mundo

Mexicanos vieram em grande número ao Brasil para ver os jogos

Por Pedro Melo

Torcidas de todos os países que estão disputando a Copa do Mundo vieram ao Brasil para torcer por sua seleção e vem fazendo muita festa. Mas nenhuma torcida é mais animada que os mexicanos, que em um número impressionante e estão apoiando o evento de forma incrível.

Transatlântico vem sendo local onde a maioria dos mexicanos estão hospedados | Foto: Pedro Melo

Transatlântico vem sendo local onde a maioria dos mexicanos estão hospedados | Foto: Pedro Melo

Não existem números oficiais, mas uma estimativa é que cerca de 20 mil mexicanos desembarcaram no Brasil para acompanhar o time do México durante todo o Mundial e 3.600 deles estão hospedados no transatlântico MSC Divina, entre eles o ex-presidente do país, Felipe Calderón.

No empate por 0 a 0 contra o Brasil, em Fortaleza, a Arena Castelão tinha vários pontos em vermelho mostrando a grande presença de torcedores mesmo na partida contra a seleção brasileira. Nesta partida, por volta de 20% do público era mexicano.

Mas se na capital cearense já tinham chamado a atenção, na partida seguinte contra a Croácia, em Recife, a presença de mexicanos impressionou a quem estava na capital pernambucana. Dias antes da partida, muitos torcedores já circulavam pela cidade e faziam muita festa.

No dia da partida contra os croatas, horas antes os mexicanos já estavam todos animados com muitas faixas, bandeiras e o tradicional sombreiro. A ligação entre os torcedores era o canto apoiando o time. Um grupo puxava o grito de “Oribe Peralta”, atacante da seleção, para que os outros mexicanos e até mesmo brasileiros transformasse Recife em uma parte do México.

Mexicanos fantasiados com o uniforme do ídolo Jorge Campos | Foto: Pedro Melo

Mexicanos fantasiados com o uniforme do ídolo Jorge Campos | Foto: Pedro Melo

Se nas ruas os mexicanos já estavam fazendo uma festa imensa, na chegada na Arena Pernambuco quando todos se encontraram, a região do estádio parecia a Cidade do México. Torcedores fantasiados de Chapolin Colorado, personagens do Chaves, que eles consideram “heróis nacionais”, guerreiros astecas e até mesmo uniformizados com o uniforme do goleiro Jorge Campos, que é ídolo no México e jogou a Copa de 1994.

Durante todo o jogo, a torcida mexicana tomou conta do estádio e não parou de cantar um minuto sequer apoiando a equipe e ganhou também o apoio dos brasileiros que estavam presentes.

A vitória por 3 a 1 contra a Croácia classificou o México para as oitavas de final e a presença dos mexicanos em, no mínimo, mais uma partida da Copa do Mundo. Enquanto isso, a torcida continua fazendo sua festa e sendo um dos destaques fora de campo desse Mundial.

Fechado para comentários.